Avó abrindo mão de segurar e tenha deixado o bebê cair para salvar a taça de espumante; vídeo viralizou e gerando uma série de comentários

Cerveja te deixa feliz. ... É que só de sentir o gosto da cerveja seu organismo já aumenta a produção de dopamina, aquele famoso neurotransmissor que desperta a sensação de prazer, no cérebro. Quem diz são os pesquisadores da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos.

Cerveja - a paixão nacional, o item indispensável do churrasco, geladinha e maravilhosa... Só que não. Aparentemente, ao contrário de 99% da população brasileira, você não gosta de cerveja. Desculpa sociedade, mas tá difícil de concordar que esse treco amargo é bom!

Um vídeo completamente inusitado acabou viralizando na internet e gerando uma série de comentários. Pouco se sabe sobre a identidade da mulher que aparece no vídeo, mas muitas mensagens se acumularam comentando a cena.

O vídeo foi publicado inicialmente no site Imgur, uma plataforma de imagens em que o usuário pode postar conteúdo de forma anônima ou identificando-se. As imagens geralmente podem ser baixadas, compartilhadas, curtidas e comentadas.

Dali, o vídeo acabou sendo postado também no Twitter e foi quando acabou gerando repercussão. Nas imagens, uma mulher idosa aparece com um bebê no colo. Em um momento, a criança esbarra numa taça de bebida e a avó precisa tomar uma decisão.

Abrindo mão de segurar a criança, ela acaba preferindo salvar a bebida. A cena gerou muitas risadas, mas também uma onda de críticas. Muitas pessoas acharam problemático que ela tenha deixado o bebê cair para salvar a taça de espumante.

Outras pessoas, por outro lado, também pontuaram que a decisão foi a mais acertada já que a criança não caiu de nenhuma altura grave e os cacos de vidro poderiam ter sido muito mais prejudiciais. O caso se tornou um verdadeiro debate.

No entanto, pouco se sabe sobre a origem da cena. O que se sabe é que, aparentemente, o bebê não sofreu nenhuma lesão por conta do episódio. O vídeo acabou gerando risadas também entre as pessoas que não viram nada demais no caso.

Nos primeiros meses de 2007, no Brasil, uma liminar foi concedida pelo juiz Jorge Luís Barreto, da 2ª Vara Federal no Ceará, proibindo em todo o país propagandas de cerveja entre as 6 e as 21 horas. 

Dentro dos horários previstos, os anúncios deveriam ter a informação de que "o consumo de bebidas alc00licas provoca dependência química e psicológica".

Após um estudo realizado pela Câmara dos Deputados, apurou-se que, dos 513 parlamentares brasileiros, 87 (16,96 por cento) estão ligados a empresas com interesses contrários à regulamentação da publicidade de cerveja.

SE VOCÊ GOSTOU, DEIXE O SEU LIKE, COMENTA AQUI EM BAIXO O QUE VOCÊ ACHOU! E COMPARTILHE COM OS SEUS AMIGOS! OBRIGADA! 

Comentário do usuário