5 Sinais que podem indicar que um cachorro está próximo de m0rrer

Ter um cão ou uma cadela é ter direito a amor infinito! É chegar em casa e receber lambidas e festinha. É ter uma companhia constante e uma motivação para passeios na rua. Um cachorro traz vida para a casa de uma família! 

Meu cachorro é a melhor companhia que eu poderia querer! Mesmo sem falar, ele me entende melhor que qualquer pessoa. Quando ursos de pelúcia se tornam reais, eles se tornam cachorros.

5 Sinais que podem indicar que um cachorro está próximo de m0rrer

1. Apatia e comportamentos fora do normal

É normal que um cão idoso não tenha mais a mesma disposição para as atividades físicas. Ele fica cansado com mais facilidade e pode sentir dores nas articulações. 

Não necessariamente quer dizer que o cão vai falecer em alguns dias, mas se ele já for idoso, é importante manter as consultas em dia para saber se ele pode estar com algum problema.

Já no caso das mudanças de comportamento, nos cachorros a demência é chamada de síndrome da disfunção cognitiva.

O animal pode ter mudanças no ciclo do sono, do nada começar a fazer xixi em lugares diferentes do comum, ficar desorientado, não reconhecer pessoas e animais do seu convívio e ficar apático.

2. Mudança considerável nos sinais vitais

Quando o cão está bem velhinho, prestes a m0rrer, os seus sinais vitais mudam, ficando muito abaixo ou muito acima do normal. Dentro do normal, é considerado:

1. Temperatura corporal entre 37,5 e 39,2 ºC;

2. Frequência cardíaca de 60 a 180 batimentos por minuto;

3. Frequência respiratória de 10 a 30 respirações por minuto;

4. Pressão sanguínea sistólica de 100 a 160 mm Hg e diastólica de 60 a 90 mm Hg;

5. Tempo de recarga capilar: menos de 2 segundos. Veja isso ao pressionar a gengiva do cão e contando o tempo que ela retorna à sua cor rosa normal.

3. Recusar água e comida

Existem diferentes motivos para um cão recusar água e comida, podendo ser algumas doenças. Mas esse também é um sinal que pode indicar que um cão idoso está próximo de m0rrer.

Como a alimentação e a hidratação são necessárias para manter o cão vivo, se ele simplesmente parar de comer e de beber, sua situação vai piorar e ele poderá falecer ainda mais rápido.

4. Ficar muitas horas na mesma posição

Quando um cachorro fica deitado por longas horas, principalmente na mesma posição, e não deixa que você tente mexer nele, é um sinal preocupante. Nos cães que não são idosos, pode significar dor.

No cão idoso o motivo é o mesmo, só que é esperado por causa dos efeitos da velhice. Porém, ele precisa se movimentar para não ficar ainda mais atrofiado e com cada vez mais dor.

5. Exames anormais

Ao notar algum desses sintomas mencionados no cão, é muito importante levá-lo ao veterinário para fazer exames. Se ele não for idoso e estiver com alguma doença, poderá falecer por falta de um diagnóstico e tratamento adequado.

Se ele já estiver idoso, é importante saber como está o organismo dele para evitar ao máximo o seu sofrimento.

Mesmo que ele esteja com alguma doença que vá provocar a sua m0rte de qualquer jeito, é bom saber que doença é essa, inclusive para saber identificar e poder tratar precocemente caso tenha mais cães que podem passar pela mesma situação no futuro.

SE VOCÊ GOSTOU, DEIXE O SEU LIKE, COMENTA AQUI EM BAIXO O QUE VOCÊ ACHOU! E COMPARTILHE COM OS SEUS AMIGOS! OBRIGADA! 

Comentário do usuário